Quando a criança decide com quem fica?

A guarda dos filhos é um tema bastante polêmico, mas que deve ser discutido, pois trata-se muito mais do que “apenas” a separação de um casal, mas também o psicológico de uma criança ou um adolescente.

Muitos pais, portanto, ficam na dúvida se a criança pode, ou não, ser ouvida pela justiça. Nestes casos, a lei determina que após o fim do relacionamento, a guarda seja direcionada para o genitor que tiver maiores condições de cuidar dos filhos e que possa atender sempre ao melhor interesse deles, no entanto, se a criança já houver completado 12 anos de idade, poderá ser ouvida perante um juiz para que possa revelar a sua preferência em relação à guarda.

Após ouvir a criança, o juiz considerará a sua escolha e, também, o seu grau de discernimento e caso o processo não possua nenhuma contraindicação, o desejo do menor será atendido, ou seja, a guarda da criança será redirecionada à quem ela escolheu.